Logo
Plantio Direto

Agricultura
Tecnologia
Informação

Área do assinante

ASSINE LOGIN
ATENDIMENTO
VIA CHAT
(54) 3311-1235

RevistaNOTÍCIAS

Avaliação do desenvolvimento de milho em solo compactado por tratores
Data de publicação

13
Fevereiro
2019

Avaliação do desenvolvimento de milho em solo compactado por tratores

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho das plantas de milho em cinco níveis de compactação do solo em cultivo de primavera-verão na região de Sete Lagoas-MG.

Autores: Christiano Lima de Oliveira, Jacson Antunes Almeida Machado, Alberto Antônio Gontijo e Silva, Samuel Petreccone Caixeta, Iran Dias Borges, Édio Luiz da Costa, Lorena Martins Brandão

Introdução

Modificações estruturais causadas no solo pelos diferentes sistemas de manejo podem resultar em maior ou menor compactação, que poderá interferir na resistência mecânica à penetração, densidade e porosidade do solo, influenciando o crescimento radicular e, por fim, a produtividade das culturas.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho das plantas de milho em cinco níveis de compactação do solo em cultivo de primavera-verão na região de Sete Lagoas-MG.

Material e Métodos

• Semeadura 20/12/2017 na área experimental da Universidade Federal de São João Del-Rei, campus Sete Lagoas/MG utilizando o híbrido BM3063-PRO2 e uma densidade de 60.000 plantas ha-¹.

• Adubação 600 kg ha-¹ da formulação NPK 04-14-08 no plantio e 400 kg ha-¹ de sulfato de amônio em cobertura.

• Delineamento foi de blocos casualisado com três repetições e cinco níveis de compactação do solo (0, 2, 4, 6 e 8 passadas) do trator John Deere 5075-E, a 1.500 rpm marcha B2, cerca de 8 km/hora, totalizando 15 parcelas. Estas que foram constituídas de seis linhas de 3,3 metros e espaçamento de 0,7 metros.

Resultados e Discussão

Os dados obtidos foram analisados com uso do programa SISVAR. As variáveis analisadas foram: Peso de cem grãos, altura de inserção de espigas e altura de plantas. O peso de cem grãos e altura de inserção de espigas não foram influenciados pelo número de passadas de máquina, com valores médios de 0,27g e 1,12m, respectivamente, valores esses compatíveis com as condições de realização de trabalho. A altura das plantas de milho decresce com o aumento do número de passadas da máquina, estimado pela equação de regressão (y=215,2-5,897x+0,443x², R²=85,5%) obtidos com 6,7 passadas, tendo a altura mínima da planta.

Conclusão                

Quanto mais passadas de máquina, maior a compactação e menor o desenvolvimento de raízes e absorção de água do solo comprometendo a formação de parte aérea da planta ou seja, o aumento da compactação do solo provoca diminuição na altura das plantas.

Referência

FREDDI, O.S.; CENTURION, J.F.; BEUTLER, A.N.; ARATANI, R.G. & LEONEL, C.L. Compactação do solo no crescimento radicular e produtividade da cultura do milho. R. Bras. Ci. Solo, 31:627-636, 2007.

Fonte: +Soja

Enviando

Carregando...