Logo
Plantio Direto

Agricultura
Tecnologia
Informação

Área do assinante

ASSINE LOGIN
ATENDIMENTO
VIA CHAT
(54) 3311-1235

RevistaNOTÍCIAS

Argentina: alerta vermelho pela confirmação da resistência múltipla de pé-de-galinha ao glifosato e ao haloxifop
Data de publicação

18
Março
2020

Argentina: alerta vermelho pela confirmação da resistência múltipla de pé-de-galinha ao glifosato e ao haloxifop

Em 2012, o primeiro biótipo  de Eleusine indica resistente ao glifosato foi relatado na Argentina, sendo encontrado no centro de Córdoba e Tucumán, que mais tarde se expandiu para outras áreas. Em 2016, também em Tucumán, foi relatado um biótipo resistente a Haloxipop e Clethodim. Mas até agora, no país, um biótipo com resistência múltipla não havia sido confirmado nesta espécie, que pode ser comumente chamado de “pé-de-galinha”.

Estudos recentes realizados por especialistas do INTA Manfredi confirmaram um novo caso de resistência ao glifosato e ao haloxifop. Diego Ustarroz confirmou a resistência após uma série de testes sob condições controladas. Para conferir a notícia original, no site da Rede de Manejo de Pragas da Argentina (REM AAPRESID) clique aqui.

De acordo com o Carnagh havia observado em campo, também foi possível verificar que “os estudos mostraram que o biótipo de Las Isletillas é suscetível ao Clethodim, portanto esse herbicida continua sendo uma excelente ferramenta para a controle dessa erva daninha ”.

“No entanto, estudos indicam que as aplicações com Clethodim, ou outros graminicidas, devem ser realizadas até o início do perfilhamento”, explicou o especialista.

O fato de outros ingredientes ativos do mesmo grupo continuar a controlar a erva daninha é uma notícia muito boa, mas ao mesmo tempo a pressão de seleção sobre esses ativos aumentará, pois é praticamente usado como a única alternativa de controle pós-emergência. Por esse motivo, o manejo deve ser complementado com outras práticas, preventivas e de controle, o pesquisador faz algumas recomendações:

  • Se forem observados plantas resistentes de Eleusine indica com aplicações de Glyphosate + Haloxifop, em tratamentos que foram eficazes para o restante das espécies, as plantas sobreviventes devem ser impedidas produzir sementes, estas podem ser removidos manualmente (preferencialmente) ou com aplicações de outros graminicidas. É provável que seja necessária mais de uma aplicação, uma vez que as plantas estão em um estágio avançado de desenvolvimento.
  • Para não ampliar a área problema, ao trocar de lote, limpe a máquina de colheita adequadamente.
  • É uma erva daninha muito suscetível a plantas de cobertura, ou seja,  as culturas de inverno que proporcionam boa palhada (aveia, trigo, centeio, triticale ou ervilhaca) reduzirão bastante o fluxo de emergência da daninha.
  • Utilizar herbicidas residuais, assim a pressão de controle do capim já emergido (em pós emergência) será reduzida, sendo esta uma excelente alternativa.
Fonte: Adaptado de Aapresid

Enviando

Carregando...