Publicada em 23/08/2021 às 00:00

Onda de calor continua e MT e MS podem registrar máxima dos 40ºC nesta semana

Por Notícias Agrícolas

O Brasil Central segue em alerta para alta temperatura e baixa umidade relativa do ar e as temperaturas mais elevadas são esperadas entre quarta e quinta-feira (26). Com a aproximação de áreas de instabilidades previstas para os próximos dias, a tendência é de que o calor fique ainda mais intenso nesses dois dias.

"Risco à saúde. Temperatura 5ºC acima da média por período de 03 até 05 dias", destaca o Instituto Nacional de Meteorologia, em alerta laranja válido para o Mato Grosso do Sul e Mato Grosso nas próximas 24 horas.

Em relação às temperaturas, o modelo GFS prevê máximas de até 43ºC em áreas dos dois estados para quarta-feira (25). No Sudeste e no Matopiba, as temperaturas também sobem, com máxima acima dos 30 graus em toda área. "Os próximos dias seguem quentes e com temperaturas bem acima do normal para os padrões desta época do ano em todo Sudeste, Centro-Oeste e no Paraná", complementa a previsão da Climatempo.

Já para região Sul do Brasil, uma frente fria deve entrar no Rio Grande do Sul nas próximas horas, favorecendo assim a amplitude térmica em toda área. Para os próximos dias, as temperaturas mais elevadas são esperadas para Santa Catarina e Paraná, com máxima entre 30ºC e 37º também na quarta-feira.

A Climatempo dest aca ainda que a umidade relativa do ar ainda segue muito abaixo do recomendado para a saúde e conforto humano neste período. "Valores abaixo dos 20% ainda podem ser registrados por praticamente todo estado de São Paulo, inclusive a capital, sul e oeste de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal, Tocantins, oeste da Bahia, sul de Rondônia e interior do Paraná. A situação é de emergência, com valores abaixo de 12% no noroeste e oeste de São Paulo, sul de Mato Grosso, inclusive a capital Cuiabá e o estado de Mato Grosso do Sul", acrescenta.

Já quando o assunto é chuva, Heráclio Alves, meteorologista do Inmet, afirma que a chegada de uma frente pelo Rio Grande do Sul vai mudar as condições do tempo no Rio Grande do Sul. Consequência das altas temperaturas dos últimos dias, o especialista comenta que a chuva pode chegar em forma de tempestade, com trovoada e ventania. Em relação aos volumes, o modelo Cosmo prevê precipitação entre 20mm e 40mm.

A tendência é que o sistema ganhe intensidade nos próximos dias, com destaque para o sul do Rio Grande do Sul onde os acumulados podem ultrapassar os 70mm. O modelo mostra ainda o avanço das chuvas para Santa Catarina e Paraná, com acumulados entre 20mm e 40mm.

De acordo com Heráclio, as condições de chuva devem avançar para São Paulo e Mato Grosso do Sul no próximo final de semana. "Além disso, a frente deve se conectar com um corredor de umidade vindo da Bolívia e aumentar as áreas de instabilidade em todo Centro-Oeste e Sudeste do Brasil", comenta o meteologista.

1